quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Café Musical #03 - Por que não posso deixar de falar bem de Dave Grohl?


     Sabe o que gosto em um artista? Mesmo quando está com a carreira consolidada, ele se arrisca a fazer algo diferente, buscando novas influências, trilhas, sons, parceiros, entre outros.

Esse é o caso de Dave Growl, sim aquele do Foo Fighters, baterista do Nirvana e atual vencedor do Grammy de melhor trilha sonora com o documentário Sound City. Não tem como não ser “puxa saco” deste cara. Desculpem-me a tietagem, mas é muito difícil encontrar artistas como Dave nesses tempos modernos, mas isso é um outro assunto...


Enfim, vamos ao CD... quer dizer EP. Isso mesmo, são apenas 4 músicas, porém celestiais. Começando com a escolha dos parceiros deste trabalho: A Zac Brown Band. Para você que não conhece, é uma banda de Country dos Estados Unidos que tem sucessos com “Chicken Fried”, “Free” e outros. (Só para você ter uma ideia, ela não é uma daquelas bandas country chata, recomendo que ouça o álbum Uncaged).

Depois de escolher os parceiros, o grupo optou por um método ortodoxo de gravação. Como assim? Confira este vídeo para saber como foi gravado: http://www.chilango.com/musica/disco/the-grohl-sessions-vol-1

Queria muito que a Cláudia Leite visse este vídeo, para mostrar que não precisa de muita tecnologia para fazer algo bom. Se bem que é melhor que ela não veja, vai que ela resolve fazer mais uma parceria com Carlinhos Brown e suas caxirolas. É melhor deixar quieto.

O trabalho começa com a balada All Aright, me lembrou muito aquele cd duplo do próprio Grow, o In you Honor, onde um cd era só de baladas. Mas os arranjos, estão espetaculares, um belo trabalho para você dançar com sua namorada(o), noiva(o), amante, ou sei lá como você denomina.

http://www.zacbrownband.com/
Let it Rain é uma música que mexe com você de alguma maneira, é impossível uma ouvir e não ficar com vontade de assobiar ou cantar junto. É uma mistura de instrumentos que encaixam perfeitamente com a melodia. Outro detalhe, os backing vocal estão muitos bons, sem exageros.

As duas próximas músicas (The Muse e Day for the Dead)mostram todo o estrelismo de Dave na produção (e na bateria também), se eles não as tivessem gravado, com certeza o Foo Fighters o teria feito. Prefiro que você ouça e entenda o que estou falando:


Muito bom, não? Melhor que isso só o Molejo na trilha sonora dos jogos olímpicos de inverno! http://migre.me/hBYkZ Ohhhh Sidorova eu sou seu fã!!

Controle Café com Chips: 5 estrelas. Antes que você diga que puxei o saco do cara em larga escala, você sabe qual é o nome do deste EP? The Growl Session Vol 1. Viu, até os caras da banda também são! rs



sábado, 4 de janeiro de 2014

Hangout's Café com Chips S02E01 - Cinema 2014

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Live Action - Mario vs Lara Croft, Master Chief e Assassin Kenway

Quem será o vencedor deste combate épico?

Façam suas apostas!!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Café com Cardoso #03 - Grafite

Arte urbana cada vez mais presente
Pessoal,

O que acontece quando um galpão abandonado fica na mão de grafiteiros com muita tinta à sua disposição?

Confira o resultado:


domingo, 10 de novembro de 2013

Café com Rodrigues #02 - Rato Versus Raposa ! Fight !!!



Heróis e Mutantes se enfrentam nos quadrinhos e nas telas dos cinema
Chega ao Brasil a boa série Vingadores Versus X-men publicada ano passado pela Marvel. Ao contrário da série publicada no final da década de 80, desta vez o embate ocorre como uma corrida para a sobrevivência. Estamos falando dos novelescos personagens da Escola do Professor Xavier. Explico: Novamente, e põe novamente nisso, a força Fênix volta para a terra para encontrar um hospedeiro mutante. Os maiores heróis da Terra não acham que isto é uma boa idéia e tentam impedir que a Fênix chegue a Terra. Já os X-men tem o maior interesse que a Fênix venha para evitar a extinção dos mutantes. A hospedeira á a mutante Hope, uma Jean Grey/Rachel Summer genérica. A explicação é simples mas a série tem seus momentos com excelentes roteiros e desenhos e, é claro, uma morte no final. Vale a pena buscar nas bancas.

Já nos cinemas a série dos Mutantes volta com força primeiro com o sucesso de Wolverine Imortal e com a próxima continuação X-men: Dias de um futuro esquecido. Apesar de entregar bons filmes, a Marvel e principalmente a Disney, gostaria muito que os filmes, que são da Fox, fracassassem para que os personagens voltassem ao guarda-chuva de Mickey Mouse.  Mas acho que a Fox não vai dar este mole.... Já perderam Star Wars para a Disney. Veremos...

domingo, 28 de julho de 2013

Café com Cardoso #02 - Assassin'S Creed IV Black Flag



Os fãs da franquina Assassin'S Creed estão ansiosos para o lançamento do quarto(existem 6 na verdade) game da série. Trata-se do Black Flag, que agora possui o seu primeiro Gameplay(de qualidade HD) rolando pela internet.

Confira:



Ainda não ficou claro para quais plataformas o game estará disponível. Curtiram? Eu particularmente achei o visual impressionante mas uma história já meio arrastada. Natural de acontecer quando se explora de mais uma franquia como essa. Você jogará com o personagem Edward Kenway, que é avô do protagonista do terceiro game, Connor Kenway. 

Beijo nas crianças!

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Café Musical #03 - Robert Randolph‏




Robert Randolh: Soul, Funk e Rock no mesmo Cd Sabe quando você começa a “futucar” a internet e descobre algo sensacional? Pois bem, isto aconteceu comigo há alguns meses quando descobri o som do Robert Randolph and The Family Band. Robert foi treinado como guitarrista de Pedal Steel (Parece ser uma guitarra grudada em uma mesa. Algo muito louco! Recomendo procurar no Google uma foto deste instrumento) e junto com sua banda, lançou em 2006, o álbum Unclassified, popularmente traduzido como Não Classificado, mas não porque é ruim, mas sim por que é algo bem diferente do convencional. Se Tim Maia estivesse entre nós, ele com certeza “piraria” ao ouvir Going in The Right Direction. Um Funk/Soul tão bem produzido e com letras potentes, que faz até quem está ouvindo por tabela bater a mãozinha na mesa. Confira aqui o clipe desta música: http://youtu.be/xxcLNHasPx4. Para continuar com a estima lá em cima, I Need More Love tem tudo para ser um clássico: Letras boas e fáceis para ser devidamente decoradas e cantadas em um show e uma harmonia impecável. Sabe o que falta para ser perfeita? O Prince participar! É música com a cara do cabeça de palito. Nobody é uma explosão de ritmos. 

Começa tranquila e termina bem ao estilo Oh Happy Day. E o que falar de Soul Refreshing? Perfeita! Depois de ler esta crítica, ouça, por favor. Para quem gosta do bom som instrumental Squeeze e Calypso são músicas bem cadenciadas e animadoras. Para os amantes da “Dança Coladinho ao Corpo Meu”, ouça Smile. Controle de qualidade Café Com Chips: 8,5. O álbum peca em algumas canções, lá pelo fim do disco, por repetir alguns ritmos. Como se fosse uma monografia que você faz toda direitinha e, na conclusão, você não acerta. Mesmo assim, vale muito a pena ter este CD na sua estante e colocar para seus filhos ouvirem. Gostou da Dica? Se sim, curta e compartilhe com os amiguinhos para dançarem junto com você, mas se você não gostou, não fique triste! Faça o seguinte: Acorde cedo, tome seu café da manhã reforçado e assista o novo programa do João Kléber, nas manhãs da Rede TV, você com certeza dará boas risadas!